sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger

A Zona Sul possui um lugar rico em belezas naturais, coroado por uma imensa variedade de espécies animais e vegetais: a Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger, primeira reserva biológica municipal do Brasil. A região ocupa 204,04 hectares de mata virgem, com uma vasta e exuberante fauna e flora, composta por mais de 300 espécies de flora nativa e um número ainda maior de animais silvestres, além de espécies de vida aquática como peixes, anfíbios e moluscos, e outros animais raros como tartarugas, capivaras, lagartos, lontras e o gracioso bugio-ruivo.

O motivo que levou à preservação da área e à criação dessa unidade de conservação foi a presença do vegetal éfedra Ephedra tweediana, característico das matas de restinga, um dos ecossistemas mais ameaçados no Rio grande do Sul. São também encontradas no local outras espécies importantes ameaçadas de extinção como a figueira -branca (Ficus organensis) e a corticeira -do- banhado (Erythrina crista-galli), o jacaré-de-papo-amarelo (Caymam latirostris,) e a lontra (Lontra longicaudis). A criação da reserva foi um importante legado do agrônomo e ecologista brasileiro José Lutzenberger, dedicado ambientalista e incansável defensor das causas ambientais, falecido em maio de 2002.

A gestora da reserva é a Bióloga Patrícia Witt, funcionária da SMAM - Secretaria Municipal do meio Ambiente, aluna do curso de Pós-Graduação em Direito Urbano e Ambiental na FMP. Patrícia desenvolve no local um importante trabalho de incentivo à pesquisa científica e de práticas educativas com vistas à preservação dos ecossistemas naturais, atendendo diversas instituições de ensino e pesquisa, formando parcerias com universidades, entidades comunitárias, iniciativa privada, ONGs e outras.

Patrícia Witt ministra o Curso de "Ecoeducadores" no Lami, cujo enfoque versa sobre sobre as Unidades de Conservação em geral, e a Reserva Biológica do Lami em específico. O círculo de palestras inicia com a apresentação de um documentário sobre a reserva a partir de filmagens feitas no local, e, ao final do curso, é feita a trilha ecológica orientada nas imediações da reserva. A abordagem do curso é direcionada à formação de uma UCs, a partir da criação da lei nº. 9.985 de 2000, que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza – SNUC, responsável por estabelecer critérios e normas para a criação, implantação e gestão das unidades de conservação no país, considerando o atendimento da Constituição Federal expresso em seu Art. 225, o qual assegura o direito de todos ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

O Curso "Ecoeducadores" é aberto à população, desde que ligada a alguma instituição de ensino, pesquisa, associação ou demais entidades públicas ou privadas. Patrícia também promove eventos de conscientização ecológica extensivo à comunidade, com uma programação artística e cultural para adultos e crianças. Aos interessados em agendar cursos, pesquisas ligadas a centros de estudos ou visitas orientadas, basta entrar em contato com a administração da reserva no e-mail reservalami@smam.prefpoa.com.br.

Veja mais no blog Zona Sul: http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=225448&blog=618&coldir=1&topo=3951.dwt

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Sarau de Músicas no Bonde com Beto Herrmann


SARAU DE MÚSICAS NO BONDE

Com o cantor e compositor Beto Herrmann

Para quem curte tocar, cantar ou escutar uma boa música.

No sábado, dia 19/09/09, às 18h30min.

No Atelier do Bonde, na Av. Otto Niemeyer, 1173, no Bairro Tristeza.

Traga sua bebida preferida (pode ser o chimarrão!)

E entre no bonde musical!