quarta-feira, 16 de junho de 2010

Escola Amoreco e a Exposição da Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger

Interessante como as crianças possuem um senso ecológico muito mais avançado do que o do adulto. O Atelier do Bonde tem desenvolvido um trabalho ecopedagógico, orientado pela psicopedagoga Verônica Bilhalva, no qual é possível observar claramente o interesse da criança pelo meio ambiente durante as atividades de arte. Por isso, acreditem ou não, é muito mais fácil falar da necessidade do cuidado com a natureza a uma criança. Ela intuitivamente compreende a importância das árvores, da água e dos animais, pois enxerga a beleza naturalmente.


Toda criança aprende a desenhar retratando grandes árvores frutíferas, borboletas divertindo-se livres em meio a arco-íris coloridos, iluminados por um sorridente sol brilhante, sobre nuvens brancas decorando o céu azul. Assim é a visão pura de uma criança, que sabe valorizar o que a vida nos dá de graça, percebendo toda a magia existente no contato com a natureza. Esses pequeninos não deveriam ser obrigados a aprender com os adultos, que perderam a espontaniedade, e sim ensiná-los com a mais bela lição da vida: a beleza está na simplicidade, na brincadeira, no respeito com o outro e com todas as formas de vida.

Vendo a garotada brincar no pátio do atelier, ou encantada com a vegetação exótica e com os diferentes animais presentes na exposição de fotos da Reserva do Lami, podemos ter esperanças de que o nosso planeta está seguro e que um futuro melhor nos espera. Vamos incentivar nossas crianças a brincar de esconde-esconde atrás de árvores, a imitar o som dos pássaros, a cantar canções sobre a natureza e os animais, a escutar fábulas infantis, a ler livros coloridos e a desenhar árvores verdes, maçãs vermelhas, vaquinhas, patos, zebras e leões. Assim, por certo teremos um adulto ecologicamente consciente e especialista na ética humano-ambiental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário